ALCAPARRAS (CAPERS, KAPERN, CÂPRE, CÀPPERO).
O autor responde: sergio.di.petta@cmg.com.br
Envie para o autor suas dúvidas sobre plantio, colheita e cura da alcaparra e o seu uso no preparo dos pratos.

sábado, 9 de fevereiro de 2013

86. ALCAPARRAS (20)




R$ 36,00 + FRETE
R$ 28,00 + FRETE























Tenho recebido muitos e-mails de pessoas interessadas em comprar mudas de alcaparreiras. Espero ter respondido a todos individualmente, entretanto aproveito este ensejo para melhor esclarecer o assunto.
Durante muito tempo procurei quem pudesse se interessar pela multiplicação assexuada do vegetal, isto é, a fabricação de clones das plantas mais produtivas através de divisão do meristema. Não consegui. Voltei minha atenção, novamente, para a germinação das sementes que sempre se mostrou uma solução difícil porque além de ter um percentual muito baixo de germinação, as plântulas que se obtém são muito sensiveis e perecem após alguns dias.
Com o já foi dito em postagens precedentes, finalmente consegui um método que, se não é ainda o ideal, é factivel e, se utilizado em grande escala, poderá resolver, definitivamente, o problema de multiplicação das alcaparreiras para o estabelecimento de uma plantação comercial.
A sistemática, já descrita em outra postagem, consta da foto 7488 acima. O substrato usado no caso é perlita, mas creio que se poderá experimentar a vermiculita ou mesmo areia de rio lavada e tornada asséptica. Após colocar o substrato semeia-se recobrindo com mais ou menos dois mm do mesmo material. Regar o todo de maneira que fique dois ou três mm de água no fundo da bandeija, após o que, coloca-se a tampa. O conjunto deve receber sol através de uma cobertura de sombrite a 50%. É evidente que qualquer outra experiência pode e deve ser feita o que, às vezes, pode se mostrar até uma solução melhor.
A germinação deverá acontecer em sessenta dias, mas poderá demorar mais tempo dependendo do clima e da época da semeadura. Eu tenho semeado de julho a dezembro.
Relativamente aos pedidos de mudas, esclareço que aquelas que tenho conseguido estão servindo para aumentar minha plantação. Não conheço ninguém, no Brasil, que possa fornecer esse material. Na America do sul somente existe um fornecedor de clones na Argentina, em Santiago del Estero, todavia sugiro que contatem a empresa “Tierra del Sol”, em Canelones, Uruguai, antes de fazer qualquer negócio uma vez que eles foram os primeiros a importar tais mudas da Argentina e devem saber se o negócio funciona.
Os pedidos de sementes fica resolvido da seguinte maneira: a bem dizer, não posso vender sementes, todavia posso fornecer, gratuitamente, a quem comprar qualquer dos dois livros sobre alcaparras anunciados no blog. Cada livro será acompanhado de 30 sementes idênticas as que tenho utilizado nas minhas experiências. Acredito que se fossem vendidas, tais sementes custariam mais do que o valor dos livros. Os livros deverão ser vendidos através do blog.

2 comentários:

  1. gostaria de comprar 100 sementes
    e possivel
    meu email
    travfer@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pajé, boa tarde. Não vendo sementes porque ainda não estão certificadas. Mando graciosamente 20 sementes juntamente com a compra do livro sobre alcaparras. Veja no Blog. Obrigado pelo contato. Sérgio

      Excluir